Heluer Andrey/Mowa Press
Heluer Andrey/Mowa Press

Diego Tardelli diz que proposta chinesa é 'irrecusável'

Atacante titular da seleção brasileira aguarda acerto do Atlético-MG com o Shandong Luneng, equipe comandada por Cuca

Estadão Conteúdo

08 de janeiro de 2015 | 15h26

No que depender da vontade de Diego Tardelli, ele vai jogar nlo Shandong Luneng, da China, em 2015. O jogador admitiu nesta quinta-feira que recebeu uma proposta "irrecusável" da equipe do técnico Cuca, com quem foi campeão da Libertadores, mas deixou claro que o Atlético-MG também precisa se acertar com os chineses.

"Está nas mãos do meu empresário e do presidente Daniel (Nepomuceno). Por enquanto, não tem nada certo ainda. Estou aqui esperando o que vai acontecer. Por isso estou tranquilo e deixo nas mãos deles", afirmou o atacante nesta quinta-feira, segundo dia da pré-temporada do Atlético, após o treino da manhã.

Titular da seleção brasileira e ainda com bom mercado no exterior por causa das suas características de jogar dentro e fora da área, e também pela idade - 29 anos -, Tardelli pode render um bom dinheiro ao Atlético, que tenta fazer com que os chineses aumentem a proposta.

" SRC="/CMS/ICONS/MM.PNG" STYLE="FLOAT: LEFT; MARGIN: 10PX 10PX 10PX 0PX;

"Claro que é uma proposta muito boa para mudar minha situação e a da minha família. Acredito que todos os jogadores queriam estar no meu lugar neste momento. Se tiver de ir, vai ser bom para mim. Se tiver de ficar, vou ficar mais feliz ainda porque já estou acostumado com o clube e com a torcida. É uma proposta boa, irrecusável e por isso tem de ser boa para mim e para o clube", comentou Tardelli.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.