Diego: Teixeira dará coletiva amanhã

Diego esteve perto de sair do Santos esta semana, mas seu sonho de atuar na Europa foi mais uma vez adiado. O fracasso das negociações com o inglês Tottenham adia também a agonia do torcedor santista: eles sabem que logo perderão o meia que se tornou o principal articulador do time que é o campeão Brasileiro, além de jogadores cobiçados pelas equipes do exterior, como Robinho, Alex, Renato, Elano e outros. O presidente do Santos, Marcelo Teixeira, concederá coletiva amanhã às 12 horas para explicar a negociação que acabou não dando certo. Em todo o episódio que agitou a Vila Belmiro desde o final de semana, Teixeira sempre manteve posição contrária à saída do jogador e não baixou o preço da transferência do atleta. Rejeitou a proposta de US$ 9 milhões, exigindo US$ 15 milhões, com o que os ingleses não concordaram. Credor do Santos em R$ 27 milhões por conta das milionárias contratações que fez logo que assumiu a presidência do clube, Marcelo Teixeira seria um dos principais interessados na transação. Uma decisão do Conselho Deliberativo permite que ele fique com 30% do valor da negociações de jogadores para amortizar a dívida e esse fato também não pesou em sua decisão de manter o jogador. Teixeira tem dito sempre que não está preocupado com a fortuna que o clube lhe deve. Está mais interessado na conquista do bicampeonato Brasileiro, que terá um peso eleitoral considerável nas eleições de dezembro, em que ele poderá concorrer à reeleição se houver uma alteração no estatuto do Santos. Caso não vença o campeonato deste ano, não poderá ser acusado de promover o desmanche do time que revelou e ainda ficará com o cacife de ter tirado o clube da fila de 18 anos sem um título importante. Reforços - Se a dupla Diego e Robinho está sendo mantida, não foi possível segurar jogadores importantes como os atacantes Ricardo Oliveira e Nenê, que estão atuando na Europa. Esses desfalques preocupam o técnico Leão, que voltou a insistir na contratação de reforços e apresentou uma lista aos dirigentes. Leão até que recebeu três novos jogadores recentemente. O lateral-direito Neném está treinando com o grupo, enquanto entra em forma física para poder jogar. Há uma esperança nos dois centroavantes contratados. Marcelo se contundiu no final do primeiro coletivo como titular e perdeu essa chance de chegar ao time principal. Ele retoma amanhã os treinamentos com bola. Já Val Baiano teve duas chances e, como tem sentido o peso da camisa do Santos, vem sendo relacionado para o banco de reservas. Com a falta de centroavantes de ofício, Leão tem recorrido à improvisação e acabou fixando Fabiano na função.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.