Alex Silva/Estadão
Alex Silva/Estadão

'Difícil jogar com muitos desfalques', lamenta Gabriel no Corinthians

Após empate com o Atlético-MG na arena, jogador afirma que equipe sentiu falta de titulares como Jadson

O Estado de S. Paulo

01 Setembro 2018 | 23h28

O volante Gabriel, do Corinthians, lamentou na noite deste sábado a fraca atuação da equipe no empate em casa por 1 a 1 com o Atlético-MG, pelo Campeonato Brasileiro. Na opinião do jogador, o time foi prejudicado pela ausência de sete atletas considerados titulares e por isso não conseguiu pressionar mais o adversário e conseguir marcar mais gols.

"É difícil jogar com muitos desfalques. Mas o Corinthians está bem preparado para todas as situações. Agora mais do que nunca temos que mostrar a força do grupo", disse Gabriel ao canal Premiere. O Corinthians abriu o placar com Pedrinho e levou o empate ainda no primeiro tempo, de pênalti, com Fábio Santos. Na etapa final a chance mais perigosa foi do Atlético-MG, em uma cabeçada de Ricardo Oliveira.

O Corinthians jogou sem titulares como Fagner, Cássio e Jadson, ou por desgaste ou por suspensão. Apesar de lamentar o desempenho ruim, Gabriel destacou que pelo menos o time não sofreu uma derrota como mandante. "O jogo foi muito truncado. As duas equipes não criaram muito. O Atlético-MG também é de muita qualidade. Mas é claro que poderíamos ter vencido", afirmou.

A equipe corintiana tem novo compromisso na próxima quarta-feira, ao enfrentar o Ceará, em Fortaleza, pelo Campeonato Brasileiro. No domingo, também fora de casa, será a vez de o time encarar o rival, Palmeiras, no Allianz Parque. "Temos que esfriar a cabeça. Estamos em uma longa jornada", comentou Gabriel.

 

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.