Lucas Merçon / Fluminense FC
Lucas Merçon / Fluminense FC

Digão tem fratura na fíbula diagnosticada e desfalcará Fluminense por dois meses

Zagueiro sofreu lesão no segundo tempo da vitória do fim de semana sobre a Cabofriense

Redação, Estadão Conteádo

14 de março de 2019 | 14h06

Horas antes de encarar o Boavista, pela Taça Rio, o Fluminense recebeu uma má notícia nesta quinta-feira. O zagueiro Digão, que vinha sentindo dores na perna esquerda, foi diagnosticado com uma fratura na fíbula e será desfalque para a equipe de Fernando Diniz pelos próximos dois meses.

Digão se lesionou no segundo tempo da vitória do fim de semana sobre a Cabofriense e precisou ser substituído por Léo Santos. Ele reclamava de dores na panturrilha esquerda, mas diante de uma melhora no incômodo chegou a treinar com os companheiros na segunda-feira.

As dores voltaram a atrapalhar o jogador, apesar do tratamento realizado durante a semana, e ele precisou ser encaminhado para um exame de ressonância magnética, no qual foi diagnosticada a fratura. De acordo com o Fluminense, a previsão de afastamento é de oito semanas.

Inicialmente, Digão terá a perna imobilizada, antes de voltar a trabalhar no clube. Ao menos momentaneamente, não foi apontada a necessidade de intervenção cirúrgica, o que deve acelerar a recuperação. Sem ele, Léo Santos deve assumir a titularidade da zaga ao lado de Matheus Ferraz.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.