Dilma promete nove estádios da Copa prontos em 2012

A presidente Dilma Roussef garantiu nesta terça-feira que a construção e reforma dos estádios para a Copa do Mundo de 2014 não estão atrasadas, mas no "ritmo adequado". Além disso, prometeu que nove dos 12 estádios que vão receber partidas do torneio estarão prontos até o final de 2012.

AE, Agência Estado

30 de agosto de 2011 | 13h39

"A reforma e a construção de estádios estão em ritmo adequado. Das 12 arenas que receberão os jogos, 10 estão em obras, sendo que a conclusão de nove delas está prevista para dezembro de 2012, bem antes do início da Copa", afirmou Dilma na coluna semanal Conversa com a Presidenta ao responder o questionamento de uma leitora.

A presidente também tratou de minimizar as preocupações com o atraso nas obras dos estádios do Corinthians, em São Paulo, e da Arena das Dunas, em Natal. "Os obstáculos à construção do Itaquerão, em São Paulo, já foram superados e estão sendo criadas as condições para o início das obras na Arena das Dunas, em Natal", disse.

O atraso nas obras para a Copa do Mundo são fonte de preocupação no Brasil e também fora do País, sendo inclusive alvo de críticas de dirigentes da Fifa. A situação causou preocupação sobre as condições do Brasil para sediar o torneio.

"O governo federal, em parceria com governos estaduais e municipais trabalha, portanto, para o cumprimento de todos os compromissos assumidos", afirmou Dilma, que apontou a aprovação, pelo Congresso Nacional, do Regime Diferenciado de Contratações como um avanço para as obras.

O temor sobre as condições do Brasil para receber a Copa do Mundo de 2014 também envolve as condições do aeroportos das cidades que irão receber o torneio. Mas Dilma afirmou que as obras já começaram em seis aeroportos e que a licitação já está em andamento em outros cinco.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.