Dínamo de Kiev pode ser punido por comportamento racista da torcida

O Dínamo de Kiev será julgado pela Uefa e pode ser punido pelo comportamento racista de sua torcida. Foi isso que revelou nesta quinta-feira a entidade, que vai julgar o clube ucraniano depois de alguns de seus torcedores atacarem homens negros durante uma partida da Liga dos Campeões.

Estadão Conteúdo

22 de outubro de 2015 | 12h37

A Uefa ouviu relatos do grupo antidiscriminação Fare de que quatro homens negros foram atacados por outros torcedores do Dínamo de Kiev em um dos setores para os mandantes do Estádio Olímpico. O incidente ocorreu durante o empate por 0 a 0 diante do Chelsea, na Ucrânia.

Antes da partida, a Uefa promoveu a campanha "Não ao Racismo", com auxílio do próprio Fare, mas de nada adiantou. Desta forma, a entidade, através de seu comitê disciplinar, julgará o caso na próxima terça-feira. Vale lembrar que o Dínamo de Kiev já foi punido por comportamento racista de sua torcida na temporada passada, após incidentes no confronto com o Everton, pela Liga Europa.

MANCHESTER CITY - Quem também pode ser punido pelo comportamento da torcida é o Manchester City. Tudo que os fãs do clube inglês fizeram, no entanto, foi vaiar o hino da Liga dos Campeões antes da vitória por 2 a 1 sobre o Sevilla, na última quarta, pela competição continental.

A direção e os torcedores do City ficaram revoltados com as Uefa depois das sanções determinadas pela quebra das regras do Fair Play Financeiro. Além disso, a entidade passa por um momento bastante instável, em meio a diversas acusações de corrupção envolvendo alguns de seus principais dirigentes.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.