Dínamo e Ajax ficam perto de avançar na Liga Europa

O Dínamo de Kiev e o Ajax deram nesta quinta-feira um enorme passo para avançarem às oitavas de final da Liga Europa. Jogando fora de casa, ambos venceram por três gols de saldo seus adversários na primeira fase do mata-mata e podem até perder por uma diferença de dois no jogo de volta, perante suas torcidas, que mesmo assim se classificam.

AE, Agência Estado

17 de fevereiro de 2011 | 18h27

O melhor desempenho foi do Dínamo, que foi até a Turquia e atropelou o Besiktas. Vukojevic abriu o placar para os visitantes e Quaresma empatou ainda no primeiro tempo. Na etapa final, só deu Kiev, que voltou à frente com o astro Shevchenko, ampliou com Ayila e fechou o placar com Gusev.

Cinco jogadores nascidos no Brasil participaram do jogo na Turquia. Pelo Besiktas, Bobô e os naturalizados turcos Márcio Nobre e Marco Aurélio jogaram. No Dínamo, Danilo Silva e Leandro Almeida começaram como titulares. Betão ficou no banco.

O Ajax foi até a Bélgica e também ficou perto da classificação. Fez 3 a 0 no Anderlecht e espantou a zebra. Quando o time holandês vencia pro 1 a 0, gol de Alderweireld, os belgas desperdiçaram um pênalti com Wasilewski. Logo depois, Mounir El Hamdaoui e Christian Eriksen fecharam o placar.

No jogo mais esperado do dia, Napoli e Villarreal decepcionaram e só ficaram no 0 a 0. O time italiano, que jogava em casa, procurou mais o gol, mas insistia em uma única jogada: a bola alçada na área para o artilheiro do Italiano, Edinson Cavani. Já o Villarreal, mais recuado, apostava no contra-ataque, com Nilmar e Rossi, mas pouco assustou.

Este foi o quinto jogo do Napoli em casa pela Liga Europa nesta temporada e o terceiro empate em 0 a 0. Não levou gols, mas só fez dois, garantindo duas vitórias magras sobre o Elfsborg, na etapa preliminar, e sobre o Steua Bucareste, na fase de grupos.

Em Portugal, o Benfica venceu o Stuttgart por 2 a 1 e agora joga por um empate na Alemanha para avançar. Mesma situação do Lech, da Polônia, que venceu o Braga por 1 a 0 em casa. Surpresa da fase de grupos, BATE Borisov, da Bielo-Rússia, ficou no empate em 2 a 2 com o PSG, que agora decide a classificação na França.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.