Alex Silva / Estadão
Alex Silva / Estadão

Diniz cita semana cheia como fator para a vitória do São Paulo e elogia Igor Gomes

Jovem de 20 anos foi autor de um gol e uma assistência; Arboleda também agradou ao treinador

Redação, Estadão Conteúdo

27 de outubro de 2019 | 19h40

O técnico Fernando Diniz acredita que ter uma semana cheia para poder treinar o São Paulo foi um dos fatores que levou à vitória no jogo contra o Atlético-MG. Em entrevista coletiva, o treinador elogiou o adversário e comentou sobre o estágio de evolução que espera que o time tenha para adquirir as características de seu jogo.

"O resultado é a contingência das chances que você cria e que você consegue aproveitar. A gente cedeu muito poucas chances ao Atlético-MG hoje. Dá ânimo para a equipe ganhar de uma equipe forte. O Atlético fez uma ótima partida contra o Santos na rodada passada. Eu acho que fomos bem na parte tática e técnica, muito jogadores jogaram bem e também tivemos uma semana cheia para treinar e isso eu acho que facilitou a gente no jogo de hoje", afirmou Diniz.

Posteriormente, Diniz citou a derrota para o Cruzeiro como exemplo de uma em que o time não aplicou o que ele esperava. "O tempo é muito relativo em relação a isso. Eu acho que o time hoje teve muitas coisas desse um mês que a gente está junto, de especial dessa semana cheia de treinamentos. O que dá segurança não é só o treinamento, são as próprias partidas. A gente jogou contra o Cruzeiro, sofremos uma pressão que ainda a gente não tinha sofrido. A gente deixou de fazer muitos movimentos que a gente tinha treinado. Então você assiste o jogo, corrige, eles percebem que dava para fazer diferente e o tempo vai ajudando você a melhorar", opinou.

Se o jogo contra o Cruzeiro foi o exemplo negativo, a partida contra o Flamengo, na estreia do treinador, foi o positivo, pela alma apresentada em campo. "Uma das coisas mais importantes no futebol não é o aspecto tático, é o espírito da equipe. Eu acho que a gente sobrou nesse quesito no jogo contra o Flamengo, mesmo eu acabando de chegar. A gente jogou de uma maneira diferente do habitual, com menos posse de bola, mas com a parte defensiva muito coesa e os jogadores se ajudando muito, e tivemos chance de ganhar o jogo lá. Os recursos táticos a gente vai treinando e eles vão acontecendo na medida que o tempo vai passando. Mas não dá para dizer um período. Eu acho que hoje teve bastante a minha cara", disse Diniz.

Na coletiva, o técnico fez diversos elogios a Igor Gomes, autor de um gol e uma assistência diante do Atlético-MG. "É um jogador que desde quando eu cheguei me chamou a atenção, não só pela parte técnica e tática, mas também a maneira de como ele se relaciona com a vida e com o mundo. É um jogador diferenciado não só dentro do campo, mas fora dele também. Minha projeção para ele é de evolução, é um jovem que tem um futuro brilhante pela frente", previu o técnico.

Arboleda foi outro cuja atuação diante do Atlético agradou ao técnico. "Arboleda vem tendo uma regularidade na parte defensiva impressionante. No jogo passado ele foi decisivo no ataque, hoje quando foi solicitado ele foi bem em todos os lances", elogiou Diniz.

O São Paulo volta a entrar em campo na próxima quarta-feira, às 19h 30, contra o Palmeiras, no Allianz Parque. O tricolor é o quarto colocado no Campeonato Brasileiro, com 49 pontos.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.