Cesar Greco/Ag. Palmeiras
Cesar Greco/Ag. Palmeiras

Diogo Barbosa diz que Palmeiras tem elenco para suportar 'maratona' de jogos

"Claro que a sequência de jogos vai desgastando, alguns sentem mais, por isso temos um grupo que nos ajuda muito"

Estadão Conteúdo

01 Maio 2018 | 16h30

Até a paralisação das competições para a Copa do Mundo da Rússia, na metade de junho, o Palmeiras terá jogos em todos os meios e finais de semana e jogará as próximas quatro partidas fora de casa. Para o lateral-esquerdo Diogo Barbosa, a maratona de partidas não é um problema pois o elenco é forte e preparado o suficiente para suportar a sequência pela frente.

+ Confira a tabela do Campeonato Brasileiro

O primeiro dos quatro confrontos longe do Allianz Parque é em Lima, no Peru, onde o time alviverde encara o Allianz Lima quinta-feira, pela penúltima rodada da fase de grupos da Copa Libertadores. Uma vitória garante o Palmeiras, já classificado às oitavas de final, na liderança do Grupo H.

"Claro que a sequência de jogos vai desgastando, alguns sentem mais, por isso temos um grupo que nos ajuda muito. Agora são momentos cruciais, temos de passar por isso. Os que tiverem desgaste terão de ser substituídos, porque um atleta cansado não vai conseguir render mais. O bom no Palmeiras é que temos opções para suprir ausências. Buscamos coisas grandes no ano e temos de passar por adversidades", avaliou o lateral.

Contratado junto ao Cruzeiro, Diogo Barbosa se machucou na pré-temporada e demorou a estrear no Palmeiras. Enquanto estava fora, Victor Luis ocupou a vaga na lateral-esquerda e não desapontou. Agora titular, Diogo diz que a briga com o amigo com quem também jogou no Botafogo é sadia e natural em um elenco tão numeroso.

"O Vitão é um amigo meu. Quando eu estava fora, torcia muito por ele, pelo tanto que ele lutou e a vontade que tinha de voltar ao Palmeiras. Agora eu estou jogando e ele está feliz pelas minhas atuações. Eu torço pelo bem dele, e ele pelo meu", garantiu.

O Palmeiras treinou na manhã desta terça, na Academia de Futebol, pela última vez antes de embarcar para Lima, no Peru. Edu Dracena e Guerra não participaram da atividade com bola e fizeram movimentações no gramado com a preparação física. Ambos não devem jogar no Peru.

Pelo desgaste de jogos, Roger Machado pode poupar outros jogadores, como o zagueiro Antônio Carlos, o lateral Marcos Rocha e o atacante Keno. Felipe Melo sofreu uma inflamação no pé esquerdo e é desfalque certo.

Na quarta, o time de Roger Machado faz o reconhecimento do palco da partida, o estádio Alejandro Villanueva, e treina pela última vez antes do duelo no CT da seleção peruana. O trabalho terá portões fechados à imprensa.

Mais conteúdo sobre:
futebol Palmeiras Diogo Barbosa

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.