Cesar Greco/Ag. Palmeiras
Cesar Greco/Ag. Palmeiras

Diogo Barbosa prevê Palmeiras mais forte após pausa e jogo 'truncado' com o Inter

Lateral crê na evolução da equipe depois do trabalho feito pela missão técnica para corrigir erros

Redação, Estadão Conteúdo

09 de julho de 2019 | 16h18

Líder do Campeonato Brasileiro, no qual ainda não foi derrotado, e embalado por dez vitórias consecutivas - levando em conta os jogos oficiais - o Palmeiras não foi prejudicado pela pausa de quase um mês nas competições para a realização da Copa América. Segundo o lateral-esquerdo Diogo Barbosa, o time alviverde voltará ainda melhor depois da intertemporada.

O lateral crê na evolução da equipe palmeirense porque a comissão técnica usou a intertemporada para corrigir erros que o time vinha cometendo mesmo nos jogos que venceu. Os ajustes dizem respeito principalmente à marcação.

"Todas as equipes tiveram tempo para treinar, e nós também. Claro que vínhamos em uma sequência muito boa, mas, neste tempo em que tivemos para treinar, o Felipão usou para acertar algumas coisas que não apareciam nos jogos porque estávamos vencendo. Treinamos muito a marcação para pressionar mais o adversário na perda da bola na parte ofensiva. Usamos este tempo para nos reforçar ainda mais. Tenho certeza de que voltaremos ainda melhor do que quando paramos", declarou o jogador em entrevista coletiva nesta terça-feira.

Diogo Barbosa acredita que a derrota por 2 a 1 para o Guarani no amistoso realizado na semana passada, em Campinas, não é parâmetro para avaliar o que o time do técnico Luiz Felipe Scolari realizou nos últimos treinamentos. Além do revés para o time campineiro, o Palmeiras fez outros dois jogos-treino neste período sem partidas oficiais - vitória por 2 a 1 sobre o Oeste e empate por 2 a 2 com o Operário-PR.

"É claro que as pessoas comentam por se tratar do Palmeiras, por ser o time a ser batido. Mas foi um treino, só para ter um pouquinho de ritmo de jogo. Você entra num jogo decisivo totalmente diferente de um amistoso, que não vale", disse.

O primeiro compromisso do Palmeiras na retomada dos torneios depois da Copa América é nesta quarta-feira, diante do Inter, no Allianz Parque, no jogo de ida das quartas de final da Copa do Brasil. Diogo Barbosa espera um confronto semelhante ao do primeiro turno deste Campeonato Brasileiro, o qual o time alviverde venceu por 1 a 0, também atuando em seu estádio.

"Eu imagino um jogo bem parecido como foi o do Brasileiro. São duas equipes que marcam muito e saem em velocidade ao ataque. Espero um jogo disputado, truncado, acho que os jogadores com mais qualidade podem fazer a diferença", previu.

INGRESSOS

O Palmeiras divulgou uma nova parcial de ingressos vendidos para o confronto. Já foram comercializadas mais de 32 mil entradas até a tarde desta terça-feira, véspera da partida. O ingresso mais barato custa R$ 100 (R$ 50 a meia-entrada) e o mais caro, R$ 250 (R$ 125 a meia-entrada).

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.