Lucas Uebel/Grêmio
Lucas Uebel/Grêmio

Diogo Barbosa testa positivo para covid e aumenta lista de infectados no Grêmio

Lateral vira desfalque para jogo decisivo contra o Independiente del Valle, pela fase preliminar da Libertadores

Redação, O Estado de S.Paulo

14 de abril de 2021 | 15h54

A lista de infectados por covid-19 no Grêmio aumentou. O lateral-esquerdo Diogo Barbosa também testou positivo para o novo coronavírus e foi vetado da partida contra o Independiente del Valle, na noite desta quarta-feira, na Arena do Grêmio, pela fase preliminar da Copa Libertadores.

De acordo com o clube, o jogador não apresenta sintomas e está em isolamento, sendo acompanhado pelos médicos do time. Diogo Barbosa fez o teste na segunda e o resultado saiu na terça, quando já não chegou a treinar. Cortez deve ser o seu substituto na equipe titular que enfrentará o time equatoriano nesta quarta.

O lateral é o novo caso positivo da nova doença no clube gaúcho nas últimas semanas. Desde o fim de março, foram infectados o zagueiro Paulo Miranda, o preparador físico Reverson Pimentel e o técnico Renato Gaúcho. Os dois primeiros já cumpriram o período de quarentena e voltaram ao trabalho.

Renato Gaúcho foi cortado de última hora para o jogo de ida contra o Independiente del Valle, marcado inicialmente para Quito e disputado em Assunção, no Paraguai, na semana passada. Depois, Vanderson, Paulo Victor, Victor Ferraz e Emanuel apresentaram resultado positivo. E na terça o clube confirmou que David Braz também estava infectado.

Desde o retorno do Paraguai, no fim de semana passado, o Grêmio já realizou 202 testes para covid-19. "Com procedimentos estabelecidos pela Confederação Brasileira de Futebol, Federação Gaúcha de Futebol e Conmebol, iniciados em maio de 2020, o Grêmio já totalizou 5769 testes no Departamento de Futebol Profissional", informou o clube.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.