Diogo desfalca Santos por 2 meses e perde Libertadores

Com uma lesão nas costas, o atacante Diogo desfalcará o Santos pelo menos pelos próximos dois meses e provavelmente perderá toda a fase final da Copa Libertadores. Um exame de imagem apontou uma fratura de stress na vértebra L5 do jogador, conforme informou nesta sexta-feira o departamento médico do clube.

AE, Agência Estado

22 de abril de 2011 | 15h41

Diogo havia tido diagnosticada uma lombalgia na véspera do jogo contra o Bragantino, em meados de março. Após 20 dias fora de combate, ele voltou contra o Cerro Porteño, na quinta-feira passada, no Paraguai, mas aguentou menos de 30 minutos e voltou a sentir dores na região das costas.

O departamento médico do Santos, em avaliação conjunta com um médico especialista, decidiu então afastar o jogador por dois meses. "Apesar da lesão, o atleta poderá realizar atividades aeróbicas sem impacto e exercícios de fortalecimento muscular durante o período de afastamento. No final destes dois meses, iremos realizar novos exames de imagem para confirmar a cicatrização da lesão", explicou Maurício Zenaide, médico santista.

Como joga na quarta-feira contra o América do México, o Santos apenas tem até a próxima segunda-feira para fazer até três mudanças na lista de inscritos para a Libertadores. Se Diogo for mesmo cortado, os meias Felipe Anderson e Robson e o jovem atacante Tiago Alves surgem como favoritos para substituí-lo.

Tudo o que sabemos sobre:
futebolSantosCopa LibertadoresDiogo

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.