Alaor Filho/ CPB
Alaor Filho/ CPB

Dirceu Pinto, dono de 4 medalhas de ouro paralímpicas na bocha, morre aos 39 anos

Atleta, nascido em Francisco Morato, na Grande São Paulo, foi vítima de um enfarte agudo do miocárdio

Redação, Estadao Conteudo

01 de abril de 2020 | 19h19

Dono de quatro medalhas de ouro em Paralimpíadas, Dirceu Pinto, de 39 anos, morreu, nesta quarta-feira, em Mogi das Cruzes, vítima de um enfarte agudo do miocárdio. O atleta era nascido em Francisco Morato, na Grande São Paulo.

Dirceu foi bicampeão olímpico nos Jogos de Pequim-2008 e em Londres-2012, em simples e duplas na bocha, além de somar uma medalha de prata por equipes nos Jogos do Rio, em 2016. Também conquistou dois ouros no Mundial de 2010 e uma prata no Mundial de 2014.

Dirceu, que teve uma distrofia muscular na região da cintura (coxa e abdômen), competia pela classe BC4, para atletas cadeirantes que não recebem assistência durante as partidas.

O Comitê Paralímpico Brasileiro, em suas redes sociais, lamentou a morte do atleta. "O CPB envia seu mais profundo sentimento à família e amigos enlutados e compartilha da dor e da tristeza com os mesmos."

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.