Lucas Uebel/Grêmio
Lucas Uebel/Grêmio

Direção do Grêmio publica manifesto e mostra intenção de aderir à Libra

Clube gaúcho pede distribuição mais justa dos recursos obtidos pela liga e que não haja necessidade de unanimidade para mudanças

Redação, Estadão Conteúdo

17 de maio de 2022 | 18h28

A Libra, grupo da Liga do Futebol Brasileiro, ganhou mais um componente de peso nesta terça-feira. O Grêmio manifestou sua intenção de fazer parte do movimento, mas propõe também que algumas questões sejam debatidas. A principal ressalva feita pelo clube gaúcho trata sobre a divisão dos valores que serão divididos pelos integrantes.

Nos pontos levantados pelo presidente Romildo Bolzan, uma distribuição de recursos mais justa e o fim das decisões por unanimidade ganharam destaque. O dirigente pede ainda uma discussão no que diz respeito ao critério de distribuição por engajamento.

Os clubes das Série A e B do Campeonato Brasileiro se reuniram no início do mês para tratar da criação da Liga Brasileira de futebol, batizada de Libra.

O Grupo já conta com a adesão dos principais clubes do País, entre eles Botafogo, Corinthians, Flamengo, Red Bull Bragantino, Palmeiras, Santos, São Paulo, Ponte Preta, Cruzeiro e Vasco.

O sentido dessas reuniões é dar mais unidade aos clubes das diversas diversões e que todas as agremiações estejam do mesmo lado nessa rodada de negociações. Nesta segunda, um grupo de 25 clubes esteve reunido no Rio de janeiro para debater novas questões da Libra.

Tudo o que sabemos sobre:
futebolGrêmio

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.