Stephane Mahe/ Reuters
Stephane Mahe/ Reuters

Diretor do Fla confirma interesse em Lavezzi, mas admite: 'Está longe'

Jogador argentino teria desejo de voltar a jogar da América do Sul

Estadão Conteúdo

14 de dezembro de 2015 | 16h41

Há cerca de três semanas, dirigentes do Flamengo se reuniram com representantes do atacante argentino Ezequiel Lavezzi. O suposto desejo do jogador de voltar à América do Sul fez o clube brasileiro agir, mas somente agora a notícia vazou. O diretor executivo rubro-negro, Rodrigo Caetano, confirmou o episódio e o desejo flamenguista, mas admitiu que o projeto é muito difícil de ser concretizado.

"É fato que teve uma reunião, mas muito mais porque se falou da possibilidade de um retorno dele para o futebol sul-americano. E segundo seus representantes, entre as equipes que ele vislumbra um dia atuar, uma delas é o Flamengo. Então, não podemos pecar por omissão, é uma filosofia nossa. Mas daí até virar algo viável, tem uma distância muito grande", declarou nesta segunda-feira em entrevista ao SporTV.

Lavezzi tem 30 anos e está no Paris Saint-Germain. O anúncio do interesse do Flamengo no jogador surpreendeu pelo alto custo que isto representaria ao clube, o interesse de outras equipes da Europa em seu futebol e a dificuldade que a diretoria rubro-negra enfrentou para colocar as contas em dia na última temporada.

"Além do fator financeiro, tem o fato de que ele ainda tem muito mercado lá dentro da Europa. Tem o Barcelona, a própria Juventus (interessados). Nós temos que nos colocar na condição de que dentro do mercado sul-americano, entendemos que somos um dos clubes mais fortes. Ele entendeu desta forma também", admitiu Caetano.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.