Diretor critica comportamento da Fifa

O diretor de futebol do Palmeiras, Américo Faria, criticou a forma como a Fifa conduziu o anúncio do adiamento do II Mundial de Clubes, que seria realizado no segundo semestre na Espanha. O dirigente não gostou e ter sido informado da decisão pelo site da entidade na internet. ?Fomos pegos de surpresa. Nenhuma competição desse porte é adiada assim, depois de os clubes terem recebido mais de 10 circulares confirmando e dando detalhes do evento?, afirmou Faria. ?É lamentável que isso tenha ocorrido, já que o Palmeiras vem se preparando para a competição desde o ano passado?, acrescentou. Segundo a Fifa, o Mundial deverá ser realizado apenas em 2003.Sobre o futuro de alguns jogadores contratados já visando o Mundial - casos de Felipe, Alex ou Fábio Junior - Faria foi categórico. ?O Palmeiras não se preparou apenas para o Mundial. Temos dois campeonatos importantes no segundo semestre e a idéia é manter um time forte?, disse ele, referindo-se à Copa Mercosul e ao Campeonato Brasileiro.O gerente conta que ao ser informado do cancelamento, o Palmeiras entrou em contato com a CBF (Confederação Brasileira de Futebol) para saber detalhes. A CBF, segundo ele, ficou de confirmar a decisão com a Fifa e depois entraria em contato com o Palmeiras.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.