Diretor diz que estão ´exagerando´ sobre saúde de Maradona

O cineasta Marco Risi, que dirigiu o filme "Maradona, La Mano de Dios", que teve pré-estréia nesta quinta-feira, na cidade italiana de Nápoles, considera "exageradas" as informações que apontam que a entrada de Diego Maradona em uma clínica de Buenos Aires se deva a um estado de saúde "grave". "Quando se fala de Maradona, sempre se exagera. Trata-se apenas de um ´check-up´", disse Marco Risi, após a apresentação de seu filme sobre a vida do jogador. Segundo Risi, "Diego deseja apenas perder alguns quilos, e está decidindo em que clínica o fará". O diretor de "Maradona, La Mano de Dios" afirma ter falado diretamente com pessoas próximas a Diego, que lhe teriam tranqüilizado sobre seu estado de saúde. "Ele não sofreu nenhum infarto, nem nenhum colapso", disse. O ator Marco Leonardi, que no filme interpreta Diego Maradona, se mostrou "contente ao saber que Maradona não está mal". "Caso contrário, não estaria aqui apresentando este filme, por respeito a ele", afirmou Leonardi.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.