Diretor diz que Passarella errou

O vice-presidente do Corinthians, Andrés Sanchez, afirmou nesta quarta-feira que o técnico Daniel Passarella errou ao afastar o goleiro Fábio Costa do elenco. Em entrevista à TV Record no início da tarde, o dirigente evitou atacar o treinador diretamente, mas admitiu que ele cometeu um ?deslize?. Para Sanchez, Passarella foi precipitado. ?Acho que isso faz parte da cultura argentina, mas ele cometeu um pequeno deslize?, disse o dirigente, em Florianópolis, onde acompanha a equipe que hoje à noite enfrenta o Figueirense pela Copa do Brasil. ?Ele tem todo o direito de mexer na equipe, afinal é o treinador, mas poderia ter feito isso com mais tempo?, avaliou. Sanchez garantiu ainda que treinador será mantido mesmo no caso de uma eliminação hoje. ?Ele só perdeu dois jogos até agora - o primeiro (contra o Cianorte) e este último agora. Só sairá se for uma decisão pessoal?, contou.O dirigente negou que o clube esteja em crise por causa dos últimos acontecimentos. ?A crise não está dentro do Corinthians. Só do lado de fora?, ressaltou.Sobre a situação do goleiro, o dirigente revelou que Fábio Costa continuará treinando no Parque São Jorge. ?Ele cumprirá seu contrato até que receba uma proposta?.O Corinthians enfrenta o Figueirense logo mais às 21h45 e pode perder por 1 gol de diferença, que ainda assim garante sua vaga na próxima fase da competição. No jogo de ida, no Pacaembu, a equipe venceu por 2 a 0. Quem passar, vai enfrentar o vencedor de Inter x Paulista nas quartas-de-final.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.