Nilton Fukuda/Estadão
Nilton Fukuda/Estadão

Diretor do Palmeiras admite necessidade de trazer outro atacante

Alviverde busca jogador de frente para fechar o elenco

Ciro Campos, O Estado de S.Paulo

28 de junho de 2017 | 21h58

O diretor de futebol do Palmeiras, Alexandre Mattos, afirmou nesta quarta-feira que o elenco precisa de um atacante para repor as perdas recentes na posição. Pouco antes do confronto com o Cruzeiro, no Allianz Parque, pela Copa do Brasil, o dirigente concedeu entrevista na zona mista do estádio e admitiu a necessidade de buscar algum jogador, como foi feito recentemente na tentativa por Richarlison junto ao Fluminense.

"O Palmeiras está preocupado em ajustar seu elenco. Nessa posição (ataque), a gente vai buscar se tiver alguém disponível e que vá dar uma característica diferente do que temos. Não dá para falar de interesse", comentou o dirigente. "Desde o começo do ano saíram o Leandro Pereira, Barrios, Rafael Marques e Alecsandro. O Palmeiras trouxe Willian e Borja. Em questões de número o Palmeiras até precisa de uma 'coisinha' ali", explicou Mattos.

Nos últimos dias a equipe iniciou conversas com o Sport por Diego Souza. O diretor do Palmeiras evitou comentar o assunto e disse que a possível procura por mais reforços é fruto do planejamento da diretoria, e não de escolhas apressadas. "O Palmeiras contrata um jogador e parece que é proibido. O Palmeiras contratou muito em 2015 porque era necessário. O Palmeiras precisava resgatar o respeito. Ver o torcedor com orgulho novamente. Mas, a partir daí, é um ajuste como é em todo time do mundo", comentou.

Mattos exemplificou que a contratação recente do volante Bruno Henrique, ex-Palermo, foi para solucionar os desfalques com a lesões de Moisés e Felipe Melo e deixou em aberto a possibilidade de novas contratações chegarem nos próximos dias, quando o clube poderá inscrever seis novos jogadores para a participação nas oitavas de final da Copa Libertadores. O time estreia no mata-mata na próxima quarta, contra o Barcelona, em Guayaquil, no Equador.

Tudo o que sabemos sobre:
futebolPalmeiras

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.