Diretor são-paulino pede calma à torcida e diz que reforços virão em 2011

'Estamos trabalhando com o maior sigilo. As contratações não serão numerosas', diz Jesus Lopes

AE, Agência Estado

30 de dezembro de 2010 | 21h14

SÃO PAULO - A torcida do São Paulo pode ficar tranquila, segundo o diretor de futebol João Paulo de Jesus Lopes. O clube não contratou nenhum reforço até o momento, mas, de acordo com o dirigente, eles vão chegar e serão aprovados pelos são-paulinos. O time tricolor trabalha para contratar poucos reforços, mas bons jogadores, segundo ele.

O pacotão do ano passado, quando sete foram contratados de uma vez só, não se repetirá. "Estamos trabalhando com o maior sigilo. As contratações não serão numerosas. Acredito que temos duas ou três possibilidades avançadas".

O dirigente não abre o jogo sobre quais serão esses reforços, mas os nomes que interessam ao São Paulo já são conhecidos há algum tempo. A contratação de um meia é o principal objetivo para a próxima temporada.

Thiago Neves e Alex continuam na pauta. "Estamos mobilizando alguns amigos ligados a grandes empresas. Estamos tentando montar um plano para isso, vamos ver se conseguimos".

O São Paulo quer também um zagueiro, um lateral-esquerdo (o flamenguista Juan já acertou, mas ainda quer arrumar time na Europa), um volante e um atacante. O lateral-direito pedido por Paulo César Carpegiani não deverá chegar.

Tudo o que sabemos sobre:
São Pauloreforçosmercado do futebol

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.