Diretor técnico da Inter de Milão nega saída de Adriano

Marco Branca minimiza boatos após incidente - o atacante foi liberado uma semana antes dos companheiros

Ansa,

15 de dezembro de 2008 | 10h28

O diretor técnico da Inter de Milão, Marco Branca, negou os boatos de que Adriano não estaria mais nos planos do clube, depois do atacante ter se envolvido em mais uma confusão na semana passada.Veja também:Adriano e Maicon chegaram bêbados a treino, diz jornalDê seu palpite no Bolão Vip do Limão"Não temos novidades sobre ele. Está com uma pequena lesão muscular e provavelmente terá as férias antecipadas. Em 2 de janeiro, porém, terá que se apresentar como todos os outros e com entusiasmo", declarou.Na última quinta-feira, a imprensa italiana noticiou que brasileiro teria chegado ao treino "sem condições", depois de passar a noite em uma festa junto com o lateral-direito Maicon.Branca também negou a possibilidade de que o atleta seja usado como moeda de troca na contratação do centro-avante marfinense Didier Drogba."Não existe nenhuma expectativa ligada a Drogba. A Inter já tem um grupo de atacantes com várias características", disse Branca, entrevistado pela rádio Radiorai."Drogba é do Chelsea e há muitos anos está trabalhando muito bem em Londres, nós temos os nossos atacantes que estão bem também. Trata-se apenas de invenções jornalísticas", acrescentou o diretor técnico.Segundo Branca, a equipe dispõe "de um grupo importante, pensado e equipado para ser competitivo nos níveis máximo em todas as frentes, sem esquecer que o jogo é sempre onze contra onze".

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.