Informação para você ler, ouvir, assistir, dialogar e compartilhar!
Tenha acesso ilimitado
por R$0,30/dia!
(no plano anual de R$ 99,90)
R$ 0,30/DIA ASSINAR
No plano anual de R$ 99,90

Diretoria aposta em reação do Mogi

Ainda sem vencer no Campeonato Brasileiro da Série B, o Mogi Mirim espera desencantar no jogo contra o Avaí, sexta-feira, no estádio Wilson Fernandes de Barros. A comissão técnica continua confiante, amparada pela diretoria que acredita na ascensão do time. "Falta um pouco de tempo para que o time engrene. Temos bons jogadores e um bom treinador", explicou nesta quarta-feira, o gerente de futebol, Henrique Stort.Ele usa como argumento para a paciência o bom desempenho nos dois primeiros jogos, quando empatou em casa sem gols com o Náutico, bicampeão pernambucano, e depois perdeu para o Ceará, por 1 a 0, em Fortaleza. "Foram dois resultados injustos", diz o gerente.O técnico Val de Mello praticamente definiu o time com a entrada do atacante Luciano no lugar do volante Paulo Henrique, que vai cumprir suspensão por ter sido expulso diante do Ceará. Como jogará em casa, o Mogi deve tomar a iniciativa ofensiva, entrando em campo com três atacantes. Por enquanto o time só tem um ponto.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.