Diretoria corintiana confia em recuperação de Ronaldo

Nem mesmo o cenário mais sombrio - Ronaldo volta a jogar mal e o Corinthians é eliminado pelo Flamengo na Libertadores, na quarta-feira, no Pacaembu -, será suficiente para comprometer o projeto entre o clube e o maior artilheiro da história da Copa do Mundo. Pelo menos é isso que garante a diretoria corintiana. No Parque São Jorge já está definido que o Fenômeno só não cumprirá seu contrato até o final se não quiser - o atual vínculo vai até o dia 31 de dezembro.

FÁBIO HECICO E WAGNER VILARON, Agência Estado

30 de abril de 2010 | 11h53

Ao contrário de boa parte da torcida e da opinião pública, os dirigentes corintianos se mantêm otimistas em relação ao futebol de Ronaldo. Para eles, o atacante, apesar de participar pouco das jogadas durante a derrota para o Flamengo por 1 a 0, no Maracanã, mostrou evolução do condicionamento físico e boa movimentação em campo.

"Fizemos uma planilha especial de treinamentos para o Ronaldo. E ele tem seguido à risca nos últimos 12 dias para desenvolver o mesmo potencial do ano passado, quando nos deu dois títulos (Paulista e Copa do Brasil)", afirmou o diretor de futebol do Corinthians, Mário Gobbi. "Pode escrever: logo, logo o Ronaldo voltará a fazer genialidades em campo. Nós estamos com ele até o fim."

A diretoria sabe, porém, que o tempo joga contra. Ronaldo precisa mostrar nos próximos quatro dias uma evolução que não conseguiu nos últimos quatro meses. "Não apostamos apenas nos treinamentos. Há as pessoas da comissão técnica que conversam bastante com ele e com os demais atletas", explicou Gobbi.

E o que tanto essas pessoas tentam mostrar para Ronaldo nesses papos? "Entre outras coisas, mostram como é importante para a própria imagem dele voltar a jogar aquele futebol que todos esperam. E a referência não é o Ronaldo do Barcelona ou do Real Madrid. A referência é o Ronaldo do ano passado", revelou Gobbi.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.