Diretoria da Ponte Preta assume culpa pela eliminação no Paulista

Com o término da primeira fase do Campeonato Paulista, a diretoria da Ponte Preta ainda tenta dar explicações sobre a eliminação precoce. O time passou boa parte da competição em crise com a torcida, mas voltou a vencer nesta reta final e se despediu com uma vitória por 1 a 0 contra o Rio Claro no último domingo, pela 15.ª rodada da competição, que não foi suficiente para levá-lo às quartas de final.

Estadão Conteúdo

11 de abril de 2016 | 21h05

Em nota oficial, o clube pediu desculpa ao torcedor, disse que se "responsabiliza integralmente pela não-classificação" e que "entende ter sido lamentável para um time do porte da Ponte Preta" a queda ainda na primeira fase, com 22 pontos e na terceira posição do Grupo B.

A diretoria aproveitou para convocar uma coletiva de imprensa na próxima semana, na qual explicará os resultados, provavelmente confirmará a permanência do técnico Alexandre Gallo e já dará as primeiras cartadas para o Campeonato Brasileiro. O clube já tem três contratados para a competição: o zagueiro Kadu, o lateral Diogo Matheus e o volante Renê Júnior.

Inicialmente, a ideia era marcar a coletiva para esta semana, mas a Ponte tem compromisso na quinta-feira, pela primeira fase da Copa do Brasil. Após vencer por 2 a 1 fora de casa, o time recebe a Caldense no estádio Moisés Lucarelli, em Campinas.

Tudo o que sabemos sobre:
futebolCampeonato PaulistaPonte Preta

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.