Diretoria da Portuguesa anuncia demissão de Espinosa

Decisão acontece em um consenso entre membros da diretoria e o próprio treinador

AE, Agencia Estado

24 de agosto de 2008 | 21h01

Valdir Espinosa não é mais o técnico da Portuguesa. O treinador foi demitido logo após a derrota para o Palmeiras. Segundo a assessoria do clube, a decisão aconteceu em um consenso entre membros da diretoria e o próprio treinador.   Veja também:  Palmeiras derrota a Portuguesa por 4 a 2 no Pacaembu  Faça a sua aposta no Bolão Vip do Limão   Ouça os gols do duelo no Território Eldorado/ESPN   Bate-Pronto: O Grêmio começa a cair - opine sobre a rodadaPessoas ligadas à diretoria garantem que dois treinadores estão bem cotados para assumir o posto: Candinho e Estevam Soares. A decisão da diretoria será revelada nesta segunda-feira. O primeiro é um velho conhecido da torcida e o segundo estava no futebol árabe e já treinou o Palmeiras.Ainda no domingo, logo após o jogo, Valdir Espinosa chegou a ser impedido de dar entrevistas pela diretoria. Mas falou com os repórteres mesmo assim. "Já passei por situações boas e ruins em outros clubes e nunca deixei de falar com a imprensa. Não aceito esse tipo de proibição". Enquanto o técnico falava, torcedores que tiveram acesso ao vestiário o hostilizavam.O técnico foi apresentado no time no dia 21 de julho, no lugar de Vagner Benazzi. Sob o comando de Espinosa, a Portuguesa sofreu quatro derrotas, o mesmo número de vitórias, e um empate. Além do 4 a 2 contra o Palmeiras, a Lusa foi goleada pelo Goiás por 4 a 0, no Serra Dourada.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.