Daniel Augusto Jr. / Ag. Corinthians
Daniel Augusto Jr. / Ag. Corinthians

Diretoria do Corinthians quer três reforços 'bons e baratos'

Clube mira a contratação de lateral, zagueiro e atacante

Daniel Batista, O Estado de S.Paulo

14 de julho de 2016 | 07h02

Quando ainda estava no Corinthians, o técnico Tite fez uma avaliação do elenco e detectou a necessidade da contratação de três jogadores. Cristóvão Borges chegou e manteve a determinação. A missão da diretoria é conseguir achar bons nomes sem gastar muito. O foco está em promessas ou em atletas de clubes sul-americanos.

O Alvinegro quer, pelo menos, um lateral-direito para a reserva de Fagner, um zagueiro e um atacante. Nas demais posições, Cristóvão acredita estar bem servido ou poderá apostar em garotos da base. 

O setor que mais preocupa é o ataque, já que nenhum dos atacantes do elenco passam confiança e são muito inconstantes. Recentemente, a diretoria entrou em contato com o Criciúma e manifestou interesse no atacante Gustavo, mas se assustou quando foi informado que ele custa R$ 12 milhões, valor da multa.

Nos bastidores, os dirigentes até admitem a possibilidade de abrir mão de um atacante e fazer nova aposta em Alexandre Pato, mas, por enquanto, mantém a postura de procurar por outra opção.

Na lateral-direita, a bola da vez é Sergio Otalvaro, do Santa Fe, da Colômbia, mas, até o momento, o clube não formalizou uma proposta ao jogador de 29 anos. 

Em situação parecida está Arturo Mina, do Independiente Del Valle. O zagueiro está na lista de Cristóvão e o clube estuda a possibilidade de fazer uma proposta.

Notícias relacionadas
Tudo o que sabemos sobre:
CorinthiansFutebol

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.