Ciro Campos/Estadão
Ciro Campos/Estadão

Diretoria do Corinthians vai à festa de aniversário do Palmeiras

Presidente Andrés Sanchez e vice de futebol Duílio Andrade marcaram presença em evento do rival

Ciro Campos, Estadão Conteúdo

28 Agosto 2018 | 22h06

A festa de aniversário de 104 anos do Palmeiras nesta terça-feira teve a presença de dirigentes do Corinthians. O presidente do clube alvinegro, Andrés Sanchez, e o vice de futebol da equipe, Duílio Andrade, foram convidados para o evento e se sentaram em um espaço nobre, próximo ao palco do Espaço das Américas, local da festa.

Os dois dirigentes foram convidados pelo presidente do Palmeiras, Maurício Galiotte, para participarem da festa. Os corintianos não foram incomodados pelos demais convidados e ganharam uma mesa próxima ao do mandatário do clube alviverde. Andrés e Duílio conversaram com dirigentes do time rival e buscaram não chamar a atenção ao longo da festa.

A presença dos corintianos é uma forma de os clubes se reaproximarem após a rivalidade se intensificar no primeiro semestre do ano. Depois da final do Campeonato Paulista, os dois presidentes trocaram farpas ao tratarem da polêmica arbitragem na final. O Palmeiras, inclusive, tenta impugnar a partida por alegar que houve interferência externa.

REELEIÇÃO NO PALMEIRAS 

Antes do início do evento, o presidente do Palmeiras confirmou que deve ser candidato à reeleição, em novembro. "Mais para frente, em setembro, devo lançar a candidatura", disse. Galiotte está no cargo desde o início de 2017 e deve ter como adversário um dos seus vices, Genaro Marino Neto.

A festa de 104 anos do Palmeiras teve como principal tema a homenagem ao time de 1993. Como comemoração pelos 25 anos daquela formação, responsável por encerrar um jejum do clube de 17 anos sem títulos, o evento teve discursos, agradecimentos e a presença de jogadores daquela época.

 

 

Mais conteúdo sobre:
Corinthians Palmeiras futebol

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.