Divulgação
Divulgação

Diretoria do Flamengo oficializa novo patrocinador master da camisa

Negociação foi conduzida pelo ex-jogador Ronaldo. Clube receberá R$ 6,5 milhões até o fim do ano

AE, Agência Estado

12 de agosto de 2011 | 16h53

Após aprovação do Conselho Deliberativo na noite de quinta-feira, o Flamengo apresentou nesta sexta seu novo patrocinador master. Trata-se da Procter & Gamble, que pagará R$ 6,5 milhões para estampar suas marcas Gillette e Duracell na camisa do time carioca até o final do ano.

O negociação contou com a intermediação da agência 9ine, do ex-jogador Ronaldo. A estreia das marcas do novo patrocinador no uniforme do Flamengo acontecerá já na partida deste domingo, contra o Figueirense, pelo Brasileirão.

O Flamengo fechou o acordo com seu novo patrocinador sete meses depois da chegada de Ronaldinho Gaúcho, principal contratação para a temporada. Com o acerto com o campeão mundial, o clube esperava valorizar sua marca e obter valores mais altos em uma negociação de patrocínio ainda no primeiro semestre do ano.

A Procter & Gamble explicou que o acordo não foi fechado no início do ano por questões de planejamento. "Somos uma empresa norte-americana e nosso ano fiscal começou agora. Vimos a possibilidade de ter um vínculo com o Flamengo e, pela grandiosidade do clube, entramos na negociação. Nos associamos a uma grande Nação e, por isso, faz sentido começarmos essa parceria agora", disse a diretora de comunicação Gabriela Duarte.

Apesar da demora no anúncio do patrocinador master, a presidente do Flamengo Patrícia Amorim comemorou o acordo até o final do ano. "Tenho uma imensa satisfação de apresentar hoje [sexta] esta nova parceira. Chamo de parceira porque pensamos sempre em ter grandes empresas como a Procter & Gamble conosco, representando bem o tamanho do Flamengo", comentou a dirigente, que já prevê uma ampliação do acordo.

"Além de pensarmos em prolongar o vínculo com estas marcas, queremos que a parceria se estenda, quem sabe, para outras modalidades. O Flamengo é muito grande e pode oferecer isso aos seus parceiros. A expectativa para o próximo ano é prolongar. É óbvio que acabamos de começar um namoro e, agora, podemos pensar em tornar isso um casamento", declarou.

Tudo o que sabemos sobre:
futebolFlamengopatrocinador

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.