Nelson Perez/Fluminense
Nelson Perez/Fluminense

Diretoria do Fluminense dá liberdade para Abel Braga decidir futuro com a família

Dirigentes ainda não discutiram a possibilidade de o treinador continuar à frente da equipe

O Estado de S.Paulo

31 de julho de 2017 | 10h37

Os jogadores do Fluminense voltam aos treinos nesta segunda-feira, às 15h, com o futuro do técnico Abel Braga ainda indefinido. Após a morte do filho mais novo do treinador, João Pedro, sábado, o presidente do clube, Pedro Abad, deu total liberdade para que o treinador decidida com a família o que pretende fazer nos próximos dias. João Pedro caiu da janela do banheiro do apartamento onde morava, no bairro do Leblon, no Rio.

A principal preocupação dos dirigentes do Flu foi prestar solidariedade a Abel pela morte do jovem de 18 anos e ainda não foi discutida a possibilidade de o treinador continuar ou não à frente da equipe. Na quarta-feira, o Fluminense enfrenta o Sport, no Recife, pela 18.ª rodada do Campeonato Brasileiro.

No sábado, após a morte de João Pedro, a CBF adiou para o dia 9 de agosto a partida contra a Ponte Preta, pela 17.ª rodada do Nacional, marcada inicialmente para domingo, 30 de julho. Nesta segunda-feira, a CBF deve dar mais detalhes sobre a partida já que o Fluminense tem jogo agendado para o dia 7 de agosto, em casa, contra o Atlético-GO.

O Baile de Aniversário do Fluminense, que seria realizado na noite de sábado, dia 29 de julho, foi cancelado. A nova data do evento ainda não foi anunciada.

O Fluminense decretou luto oficial de três dias. Clubes do Brasil e do exterior, além da CBF, mostraram solidariedade ao treinador. João Pedro foi enterrado no domingo, no Rio. A Polícia Civil do Rio abriu inquérito para apurar as circunstâncias da morte.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.