Ivan Storti/Divulgação
Ivan Storti/Divulgação

Diretoria do Santos aguarda resposta de Robinho

Clube consegue parceiro e atacante pode retornar ao clube

O ESTADO DE S.PAULO

24 de janeiro de 2016 | 18h32

O Santos conseguiu um investidor para bancar parte do salário do atacante Robinho, que pode retornar ao clube da Vila Belmiro pela terceira vez. O jogador, que está sem clube desde que deixou o time de Felipão na China (o Guangzhou Evergrande), deve definir nesta semana se aceita ou não a oferta do time que o revelou. O Grêmio foi outra equipe brasileira que demonstrou interesse em contratar o atacante.

Apesar de ter negociado o atacante Geuvânio para o Tianjian Quanjian (time de Luxemburgo) na China, e ter lucrado R$ 17 milhões com a transação, o Santos não quer estourar o teto salarial de R$ 200 mil mesmo com Robinho. O novo parceiro do clube arcaria com o restante do salário. No total, o atacante ganharia cerca de R$ 600 mil, menos do que a pedida inicial R$ 1 milhão por mês.

O técnico Dorival Júnior admitiu publicamente após amistoso contra o Bahia que o time precisa de reforços. Robinho seria apenas um deles. Para o técnico, o elenco ainda precisa de um meia e um zagueiro. "Perdemos o Geuvânio, já tínhamos perdido o Marquinhos Gabriel, então precisamos repor", comentou o treinador depois do empate em Salvador.

O elenco do Santos volta a treinar nesta segunda-feira, no CT Rei Pele, intensificando a sua preparação para a estreia no Campeonato Paulista, no próximo sábado, diante do São Bernardo, na Vila Belmiro.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.