Alex Silva/Estadão
Alex Silva/Estadão

Diretoria do São Paulo acredita na permanência de Osorio

Clube foi sondado pela Federação Mexicana

O Estado de S. Paulo

21 de agosto de 2015 | 15h30

A diretoria do São Paulo confirma que recebeu uma sondagem da Federação Mexicana de Futebol, que está interessada na contratação do técnico Juan Carlos Osorio, mas não tem a intenção de perder o treinador três meses depois de sua contratação. "A intenção do Osorio é cumprir seu contrato e o São Paulo também tem a intenção que ele permaneça", diz um dos membros da diretoria.

Os diretores citam os exemplos de Cilinho e Telê Santana que tiveram um período de adaptação antes de conseguirem conseguir títulos pelo São Paulo. 

De acordo com a imprensa mexicana, Osorio será procurado por uma comitiva da Federação para negociar para o cargo de técnico do país nas Eliminatórias da Concacaf para a Copa de 2018. O brasileiro Tuca Ferretti, finalista da Libertadores da América com o Tigres, comandará o time interinamente nos próximos quatro compromissos. Depois disso, a prioridade dos dirigentes é contratar o técnico são-paulino.

O próprio treinador do São Paulo comentou o episódio após a derrota para o Ceará, por 2 a 1, no Morumbi. “Algo concreto, não. Falo de futebol com muita gente. Existem pessoas que valorizam o meu trabalho, mas agora estou concentrado no São Paulo”, disse o treinador em entrevista coletiva.

O atacante Alexandre Pato, autor do gol do São Paulo na derrota para o Ceará, nesta quinta-feira, por 2 a 1, defende a permanência de Osorio como treinador. A imprensa mexicana afirma ele é o principal candidato para substituir Miguel Herrera à frente da seleção mexicana. “Se o Osorio sair do São Paulo, o clube vai perder, o Brasil vai perder. É um treinador muito importante, diferente. O São Paulo não pode fazer besteira de perder Osorio neste momento”, afirmou o jogador em entrevista coletiva na manhã desta sexta-feira no CT da Barra Funda. 


Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.