Diretoria do São Paulo já fala em negociar Hernanes

O discurso da diretoria do São Paulo mudou com relação ao volante Hernanes. No domingo, o diretor de Futebol, João Paulo de Jesus Lopes, admitiu que o clube pode negociar o jogador por um valor bem abaixo dos 30 milhões de euros (cerca R$ 81 milhões) da multa rescisória.

MARCIUS AZEVEDO, Agencia Estado

20 de julho de 2009 | 10h42

"A ideia é chegar perto da multa, mas é tudo uma questão de conversar", afirmou o dirigente. O presidente Juvenal Juvêncio já havia dito aos seus pares que, se chegasse realmente uma proposta oficial por Hernanes, não pensaria duas vezes para aceitá-la.

O time tricolor, no entanto, definiu um valor mínimo para liberá-lo: 11 milhões de euros (cerca de R$ 29 milhões) livres para o clube. Atualmente, o São Paulo detém 75% dos direitos federativos do volante. Hernanes tem 8%, mesma porcentagem do empresário Lee Yue Hung Joseph. A Traffic ficou com 9%.

Apesar da mudança no discurso, João Paulo disse que, por enquanto, nenhuma proposta oficial chegou pelo volante. Na Europa, fala-se do interesse do Milan e também do Fenerbahçe.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.