Mailson Santana/Fluminense
Mailson Santana/Fluminense

Diretoria e elenco acertam redução salarial de 15% a 25% no Fluminense

Mês de março ainda não foi pago e já vira com redução; salário de abril, relativo às férias, será pago integralmente

Redação, Estadão Conteúdo

15 de abril de 2020 | 21h50

A diretoria e o elenco do Fluminense acertaram, nesta quarta-feira, a redução salarial de 15% a 25% nos salários, dependendo do valor recebido pelos atletas. A proposta depende de homologação do Sindicato dos Atletas de Futebol do Rio de Janeiro (SAFERJ).

Com Nenê e Digão como representantes dos jogadores, ficou acertado que a redução será feita no mês de maio. Os meses de fevereiro e abril (férias) serão pagos normalmente. Caso as competições retornem, os salários serão pagos integralmente a partir de junho.

O mês de março, que deveria ter sido pago dia 7, vai ser parcelado já com 15% de desconto. Uma parte nos próximos dias e a outra até o fim do ano.

Se as medidas de prevenção forem estendidas, poderão acontecer novas mudanças, o que vai depender de futuras negociações. O elenco volta das férias na segunda-feira.

Tudo o que sabemos sobre:
futebolFluminensecoronavírus

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.