Daniel Teixeira
Daniel Teixeira

Diretoria vai chamar Sheik para conversar

Ninguém gostou da expulsão contra o Luverdense na derrota por 1 a 0 na Copa do Brasil

Vítor Marques, O Estado de S.Paulo

23 de agosto de 2013 | 07h30

SÃO PAULO - A diretoria do Corinthians não pretende multar o atacante Emerson Sheik pela expulsão contra o Luverdense, mas vai chamar o jogador para uma conversa. Não só pelo cartão vermelho como também pelo comportamento do jogador, que já não havia gostado de ter sido substituído na partida contra o Coritiba no último domingo.

A leitura é que a derrota por 1 a 0 nas oitavas de final da Copa do Brasil não se deveu à expulsão de Emerson. Romarinho também havia recebido cartão vermelho e o time todo jogou mal – mas a expulsão de Sheik poderia ter sido evitada, na avaliação dos cartolas.

Emerson ficou em campo apenas 22 minutos. Ele entrou no segundo tempo e se desentendeu com o zagueiro Zé Roberto. O árbitro Pablo dos Santos (ES) escreveu na súmula do jogo que os expulsou Emerson e Zé Roberto por trocarem empurrões e se ofenderem. “Safado, vou te pegar”, foi a frase dita pelo corintiano ao adversário de acordo com a súmula do jogo redigida pelo árbitro.

Na entrevista coletiva após a partida, Tite disse que não criticaria Emerson publicamente. “Eu nunca vou expor meu atleta de forma pública. A análise é de vocês e o trabalho é com a gente no vestiário.”

Emerson foi provocado por torcedores do Luverdense que foram ao estádio Passos das Emas por causa da foto postada na internet em que aparece dando um selinho em um amigo.

Os jogadores desembarcaram em São Paulo ontem pela manhã, depois de terem viajado toda a madrugada. Por isso foram dispensados do treino e só se reapresentarão hoje.

FORÇA MÁXIMA

Tite não pretende poupar ninguém do jogo contra o Vasco domingo em Brasília por causa da jogo da volta contra o Luverdense pelas oitavas de final – quarta-feira no Pacaembu. O técnico terá o retorno de Paulo André, Fábio Santos e Renato Augusto – os três jogadores não enfrentaram o Luverdense, mas já estão liberados para jogar.

O que Tite poderá fazer contra o Vasco é testar o time sem Romarinho e Sheik, já que nenhum dos dois poderá enfrentar o Luverdense.  O técnico pode manter a dupla de ataque Guerrero e Alexandre Pato. E voltar a apostar em Danilo e Renato Augusto nas meias.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.