Dirigente colombiano é libertado

O vice-presidente da Federação Colombiana de Futebol e membro do Comitê Organizador da Copa América, Hernán Mejía Campuzano, foi libertado na manhã desta quinta-feira. O dirigente foi seqüestrado na última segunda-feira, por membros do grupo guerrilheiro Farc (Forças Armadas Revolucionárias Colombianas), o que acabou provocando a suspensão do torneio - marcada para começar dia 11 de julho, a competição deve ser transferida para o Brasil.A notícia da libertação foi dada pelos familiares de Hernán Mejía Campuzano. Segundo a sua irmã, Martha, o dirigente foi libertado na província de Chocó, num local perto de onde foi seqüestrado. ?Sabemos que ele foi solto e que está a caminho de casa (na cidade de Pereira)?, informou um porta-voz da família.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.