Juan Mabromata/ AFP
Juan Mabromata/ AFP

Dirigente confirma fim da temporada na Argentina; futebol só voltará com torcida

Tapia ainda apontou que não terá rebaixamento na atual temporada e nem na próxima temporada (2020/2021)

Redação, Estadão Conteúdo

28 de abril de 2020 | 14h09

Assim como já foi definido em alguns países da Europa - casos de França, Bélgica e Holanda -, a temporada do futebol na Argentina está encerrada por conta da pandemia do novo coronavírus. Claudio Tapia, presidente da Associação de Futebol Argentino (AFA, na sigla em espanhol), confirmou o encerramento da temporada de futebol na Argentina e revelou que estão definidos os clubes classificados para a Copa Libertadores e Copa Sul-Americana de 2021.

Tapia ainda apontou que não terá rebaixamento na atual temporada e nem na próxima temporada (2020/2021). Os classificados para a Libertadores são: Boca Juniors, River Plate, Racing e Argentinos Juniors. Para a Sul-Americana: Vélez Sarsfield, San Lorenzo, Newell's Old Boys, Talleres, Defensa Y Justicia e Lanús.

"Na reunião de Comitê Executivo desta segunda-feira deu-se por finalizado a temporada 2020. As classificações para Libertadores e Sul-Americana serão fechadas pela tabela atual da competição. Ficam abertas algumas partidas da Copa da Superliga e da Copa Argentina, que só serão disputadas quando o Ministério da Saúde permitir", disse o presidente.

Nesta terça-feira, em comunicado oficial divulgado, a AFA ressalta que o futebol só será retomado no país quando for possível ter público nos estádios. "Não há indicação de que validamente nos permita arriscar uma data na qual o governo permita o desenvolvimento de competições esportivas com a presença de público, uma condição indispensável para a AFA retomar com o programação de seus torneios (...) Será difícil retomar as competições antes do segundo semestre do corrente ano", afirmou um trecho da nota.

Assim, os jogos da Libertadores e da Sul-Americana envolvendo clubes argentinos podem ser comprometidos, fazendo com que as duas competições continentais também tenham que ser revistas.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.