Dirigente da Juventus é suspenso por insultar árbitros assistentes de vídeo

Fabio Paratici não poderá exercer qualquer função esportiva até 15 de outubro e foi multado em R$ 64 mil

Estadao Conteudo

04 Outubro 2017 | 13h38

O diretor esportivo da Juventus, Fabio Paratici, foi suspenso nesta quarta-feira pela comissão disciplinar da liga italiana por duas semanas após ter insultado os árbitros assistentes de vídeo no último domingo, durante o empate da equipe de Turim por 2 a 2 com o Atalanta, pelo Campeonato Italiano, em Bérgamo.

A liga italiana explicou que Paratici não poderá exercer qualquer função esportiva até 15 de outubro, além de ter sido multado em 20 mil euros (aproximadamente R$ 64 mil) por "proferir expressões gravemente injuriosas e insultos" aos árbitros assistentes de vídeo após o encerramento da partida, nos túneis que levam aos vestiários.

A revolta de Paratici se deu porque o árbitro da partida anulou um gol marcado por Mario Mandzukic após consulta aos assistentes que tem acesso aos vídeos dos lances, que consideraram que houve uma falta no lance, cometida por Stefan Lichtsteiner.

A punição foi a primeira imposta por insultos aos árbitros assistentes de vídeo, que foram adotados nesta temporada na Itália. E a anulação do gol impediu a Juventus de seguir com 100% de aproveitamento no Campeonato Italiano após sete rodadas. Só o Napoli está nessa condição, com 21 pontos e dois de vantagem para a equipe de Turim, a segunda colocada.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.