Dirigente de clube francês ironiza CPI

O presidente do Saint Etienne, Alain Bompard, classificou de ?grotescas? as declarações do deputado Jurandil Juarez, membro da CPI da CBF/Nike, segundo o qual os dirigentes do futebol europeu estão ?seriamente envolvidos? no escândalo dos passaportes falsos usados por jogadores sul-americanos. ?É grotesco uma pessoa dizer isso e proteger os jogadores brasileiros, seus agentes e todo o sistema?, disse o dirigente do clube francês, acusado na CPI de fornecer documentos falsos aos jogadores Alex e Aloisio. ?Como ele pode declarar uma coisa dessa, se não tem a menor idéia de como funciona a justiça francesa?, acrescentou. Juarez e o presidente da CPI, Aldo Rebelo, estão em Zurique para entregar ao presidente da Fifa, Joseph Blatter, um relatório sobre o andamento dos trabalhos da comissão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.