Felipe Dana/AP - 23/11/2011
Felipe Dana/AP - 23/11/2011

Dirigente diz que Vasco vai atrás de '5 ou 6 reforços' para próxima temporada

Nos próximos dias, o clube também vai negociar com jogadores do grupo atual

AE, Agência Estado

05 de dezembro de 2011 | 19h28

RIO - Os jogadores do Vasco, vice-campeão brasileiro, estão em férias, mas a diretoria já começou a traçar os planos para 2012. O técnico Cristóvão Borges, que aguarda o retorno de Ricardo Gomes ao comando da equipe, deve se reunir nos próximos dias com os dirigentes do clube. A meta para a disputa da Copa Libertadores é a manutenção dos principais jogadores e a contratação de até seis atletas.

O diretor executivo do clube, Rodrigo Caetano, disse que os reforços serão não só para compor elenco, mas também para a equipe principal. Dos "cinco ou seis jogadores" que a diretoria pretende contratar, pelo menos três devem ter "status de titular", afirmou Caetano. No domingo, após o empate com o Flamengo, o técnico Cristóvão Borges também reconheceu a necessidade de reforçar a equipe para a disputa da Libertadores.

Nos próximos dias, o clube também vai negociar contratos com alguns jogadores do grupo atual. O atacante Elton, por exemplo, titular durante várias partidas do Brasileirão e Copa Sul-Americana, termina o vínculo com o clube este ano. O empresário do atleta disse que o Vasco já demonstrou interesse em manter o atleta. O contrato do meia Juninho Pernambucano, ídolo da torcida, também termina este mês. O atleta, segundo o diretor executivo do clube, pretende continuar.

O meia Bernardo, apelidado de "Talismã" pela torcida devido aos gols decisivos, também está próximo de um acordo com a diretoria do Vasco. Metade dos direitos econômicos do jogador pertence ao Cruzeiro e, segundo Caetano, o Vasco vai exercer o direito de compra em até duas semanas. O atleta já tem um pré-contrato assinado com o clube.

Tudo o que sabemos sobre:
futebolVasco

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.