Dirigente do Fla rebate acusações

O superintendente do Flamengo, Walter Srour, deu entrevista coletiva nesta quarta-feira desmentindo todas as acusações feitas no dia anterior pelo ex-vice-presidente de futebol do clube, Mário César Monteiro. O dirigente disse que tem documentos para provar como foram realizadas as contratações dos zagueiros Valnei e Flávio, além do empréstimo do volante Vampeta, que segundo Mário Monteiro teria sido de graça.Walter Srour também revelou que os jogadores emprestados ao Brasiliense, time que pertence ao ex-senador Luís Estevão, não têm os salários pagos pelo Flamengo. "São atletas que não teriam oportunidade no clube", explicou o dirigente. Ele desmentiu que o jovem Vítor tenha tido seu passe negociado com o Vitória-BA. "Ele está na equipe que disputa o Campeonato Carioca. Podem conferir", desafiou.O superintendente ainda foi claro quanto aos contratos dos jogadores do Flamengo. "Nenhum empresário é dono de atletas do clube. Eles têm é procuradores", afirmou Walter Srour, referindo-se ao meia Petkovic. Sobre as condições técnicas dos jogadores contratados, ele limitou-se a dizer que as contratações só ocorreram porque foram aprovadas pela comissão técnica.Negócio - O Flamengo emprestou nesta quarta-feira, por tempo indeterminado, o volante Jorginho para o Intenacional-RS. O clube gaúcho não pagará nada pelo negócio, arcando somente com o pagamento dos salários do jogador.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.