Marcos de Paula/AE - 23/9/2010
Marcos de Paula/AE - 23/9/2010

Dirigente do Flamengo nega ter procurado Luxemburgo

Vice Vinícius França afirma que Silas continuará no comando do clube, que luta contra a Série B

AE, Agência Estado

30 de setembro de 2010 | 19h35

O vice de futebol do Flamengo, Vinícius França, reiterou nesta quinta-feira a permanência de Silas no comando do time e garantiu não ter procurado o técnico Vanderlei Luxemburgo, desempregado após ser demitido do Atlético Mineiro na semana passada.

"Nenhum treinador foi procurado. O Vanderlei é um excelente treinador, mas não o procuramos", declarou o dirigente, na tentativa de encerrar a polêmica. O diretor executivo, Zico, não quis se manifestar sobre o assunto.

Além de descartar Luxemburgo, França garantiu Silas pelo menos até o clássico com o Botafogo, no sábado. "O que aconteceu não foi uma coisa boa, mas houve essa conversa e tudo ficou resolvido. Está tudo zerado. Ele será o técnico contra o Botafogo. Não falamos sobre hipóteses [de Silas ser demitido em caso de derrota]. Acreditamos que vamos vencer este jogo", aposta.

Ameaçado pela má fase do Flamengo no Brasileirão, Silas viu sua situação se tornar ainda mais instável na noite de terça-feira, depois do empate com o Goiás. O técnico culpou o zagueiro Jean, autor de um gol contra, pelo empate em Goiânia. O atleta rebateu as críticas na quarta e disse que "um treinador não pode expor o jogador".

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.