Dirigente do Santos pede segurança

O presidente da comissão de estatuto do Santos, Mário Melo Soares, que prestou depoimento na CPI do Futebol na última terça-feira, pediu nesta quinta-feira garantia de segurança pessoal à comissão para se precaver do ambiente hostil existente no clube contra ele desde que denunciou ex-dirigentes pela prática de irregularidades. O presidente da comissão, senador Álvaro Dias (PSDB-PR), encaminhou o caso à Polícia Federal. Dias lembrou que estão convocados para depor o ex-presidente Abdul-Hak e o ex-vice-presidente José Paulo Fernandes. A CPI quebrou nesta quinta-feira o sigilo bancário e fiscal da empresa Wando de Melo Promoções Esportivas, que intermédio junto ao Santos o passe dos jogadores Lúcio, Sandro e Viola.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.