JF Diorio/Estadão
JF Diorio/Estadão

Dirigente mexicano ataca Osorio: 'É um sem vergonha e mentiroso'

Ex-diretor do Puebla critica métodos do atual técnico do São Paulo

O Estado de S. Paulo

24 de setembro de 2015 | 20h48

Cotado para assumir a seleção mexicana e com moral no São Paulo, o técnico Juan Carlos Osorio desperta, por outro lado, um sentimento oposto. Em entrevista ao jornal mexicano As, o ex-diretor esportivo do Puebla, Hugo Fernández, atacou o colombiano, com quem trabalhou em 2012. "É um sem vergonha e mentiroso", disparou.

No México existe a expectativa de que Osorio possa assumir o comando da seleção nacional, possibilidade que amedronta o ex-dirigente do Puebla. "Não o recomendaria, porque para mim não é uma pessoa direita. Que números ele teve no México para dirigir a seleção? Ele somente tem retrospecto na Colômbia", comentou.

Fernández lembrou que a passagem de Osorio por 11 jogos no cargo fui abreviada para evitar que o time fosse rebaixado. Foram duas vitórias, dois empates e sete derrotas. Após a saída da equipe mexicana, o técnico voltou ao seu país para dirigir o Atlético Nacional, de Medellín.

"Osorio trabalha bem, mas dirige mal. Ele trabalha, trabalha, escreve em seu caderno e todas essas coisas. Mas para dirigir uma seleção como a do México, ele ainda precisa de muito mais", afirmou. Hernández acusou o técnico de ter sido irresponsável e perder uma pré-temporada do Puebla em 2012, ao retornar oito dias atrasado de uma viagem para a Colômbia.

Osorio despistou na última quarta-feira sobre o interesse da seleção mexicana. "Em termos de clube, estou no melhor clube, não penso em outro lugar. Uma seleção é outra coisa, disputar um Mundial é muito diferente. Agora, meu coração e minha energia estão aqui. Mas não posso falar o que vai acontecer amanhã".

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.