Informação para você ler, ouvir, assistir, dialogar e compartilhar!
Tenha acesso ilimitado
por R$0,30/dia!
(no plano anual de R$ 99,90)
R$ 0,30/DIA ASSINAR
No plano anual de R$ 99,90

Dirigente não libera Benazzi para Lusa

A Portuguesa de Desportos vai ter que procurar outro técnico. A vontade do ex-senador Luis Estevão foi feita e o treinador não foi liberado para o clube paulista. Estava tudo acertado desde sexta-feira, mas neste sábado o presidente do Jacaré alegou que "não reforçaria um adversário direto por uma vaga na outra fase". Ele substituiria a Luis Carlos Martins, que pediu demissão.Logo após o jogo em que o Brasiliense venceu o São Raimundo, por 2 a 1, neste sábado à tarde, na Boca do Jacaré, o dirigente se reuniu com o técnico e deu sua palavra final: só aceita liberar Benazzi para um time da Série A do Campeonato Brasileiro. Ou então para algum clube do exterior.O técnico já tinha manifestado interesse em trabalhar no Canindé, mesmo porque ficaria próximo da família. Mas não será desta vez. Ainda neste domingo cedo, às 10 horas, ele segue com a delegação para Belo Horizonte, onde terça-feira enfrenta o América-MG. ?O Brasiliense vive um grande momento e o presidente não admite minha saída. Espero ter outra chance no futuro para dirigir a Portuguesa, um clube que tenho muito carinho", comentou Benazzi, valorizado pelos dois acessos que já conquistou na Série B: em 1999 com o Gama e ano passado com o Figueirense.A Portuguesa, agora, tentará buscar outro técnico. Um dos nomes cotados é Artur Neto, que recentemente deixou o Figueirense. Outro nome é Estevam Soares, que montou o time do CRB, de Alagoas, e portanto, já conhece bem os seus adversários na Série B.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.