Dirigente português diz que Felipão pode prorrogar acordo

O presidente da Federação Portuguesa de Futebol, Gilberto Madail, disse neste domingo que existe um "pré-acordo" entre a entidade e o técnico da seleção portuguesa, Luiz Felipe Scolari, para prorrogar seu contrato por mais dois anos, após o final da Copa."Existe um pré-acordo que não posso revelar no momento", disse o dirigente à rede de rádio estatal RDP. "Se o Scolari decidir prorrogar o contrato, será por dois anos, e não quatro. Quer dizer, até a Eurocopa de 2008". Em declaração ao jornal português A Bola, o atacante Pauleta disse que "seria importante que Scolari continuasse à frente da equipe nacional".O treinador brasileiro assumiu o comando da seleção portuguesa em 2003, seis meses depois da conquista do pentacampeonato, na Copa da Coréia do Sul e Japão. Com Portugal, Felipão chegou à final da Eurocopa de 2004 e perdeu o título para a Grécia.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.