Dirigente ratifica crítica de Felipão

O chefe da delegação brasileira na Copa do Mundo de 2002, o presidente da Federação de Futebol do Distrito Federal, Weber Magalhães, ratificou, nesta terça-feira, declarações do técnico Luiz Felipe Scolari, de que Pelé causou mal-estar aos jogadores e comissão técnica da seleção durante a festa pelo pentacampeonato. De acordo com Weber, alguns jogadores não queriam subir ao palanque montado no gramado do estádio de Yokohama para receber as medalhas pelo título, depois de terem visto Pelé em destaque ao lado do presidente da Fifa, Joseph Blatter. "Graças a Deus, conseguimos contornar o problema e os jogadores demonstraram alto grau de profissionalismo", disse Weber. Ele disse que "o grupo" ficou sentido com críticas de Pelé à seleção durante a Copa. O dirigente esteve nesta terça-feira à tarde na sede da Confederação Brasileira de Futebol (CBF).

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.