AFP
AFP

Dirigentes do Inter não conseguem tirar Luxemburgo da Gávea

Treinador, com contrato até o fim de 2015 no Flamengo, revela consulta dos cartolas do Beira-Rio, mas diz que fica no Rubro-negro

O Estado de S. Paulo

16 de dezembro de 2014 | 13h21

Dirigentes do Inter foram ao Rio de Janeiro para convencer Vanderlei Luxemburgo a deixar o Flamengo e se mudar para Porto Alegre, 37 anos depois de vestir a camisa do time do Beira-Rio como jogador, sempre pela esquerda. Com a saída de Abel Braga, decisão tomada pelas partes, uma vez que o treinador disse nesta semana que não foi procurado para sua renovação de contrato e, portanto, não fica no clube gaúcho, o cargo torna-se vago. Luxemburgo era o maior desejo do novo presidente do Inter.

O sonho, no entanto, durou pouco. Em nota, Luxemburgo reescreveu seu compromisso com o Flamengo, agradeceu o interesse e disse que permanecerá na Gávea a fim de cumprir seu contrato até o fim de 2015. De acordo com informações da Rádio Gaúcha, o treinador teria dado sinal verde para a oferta e nesta terça-feira acertaria sua rescisão no Flamengo. A manhã foi movimentada no clube carioca por causa dessa informação.

Rodrigo Caetano, novo homem forte do futebol do Flamengo, disse que passou a semana tratando das coisas da equipe com o próprio Luxemburgo, que seria mais que um simples treinador em 2015, e que não passava por sua cabeça perder o técnico.


O Internacional também chegou a tentar a contratação de Tite antes do acerto do técnico com o Corinthians nesta segunda-feira. O novo presidente do Inter, Vittório Píffero, apostava em Luxemburgo e estaria disposto a pagar alto pelo treinador que tirou o Flamengo da zona de rebaixamento neste Brasileirão. O treinador levaria para o Beira-Rio o preparador físico Antônio Mello, com ele desde os tempos do Corinthians.

Com a recusa e a renovação de seus vínculos com o Flamengo, o Inter volta-se ao mercado atrás de um comandante para a temporada de 2015. O clube gaúcho é um dos brasileiros a disputar a Libertadores do ano que vem.

NOTA OFICIAL DO TREINADOR

O técnico Vanderlei Luxemburgo confirma a sondagem que recebeu do Internacional, mas nega que deixará o Flamengo e garante que cumprirá o que ficou acertado com a diretoria rubro-negra desde o dia em que retornou ao clube, em julho deste ano.

"Recebi uma sondagem de pessoas ligadas ao Internacional, mas meu compromisso é com o Flamengo. Eles têm uma competição importante para disputar no ano que vem, que é a Libertadores, mas este é justamente o meu objetivo com o Flamengo para 2016. Quando fui convocado a retornar ao clube neste ano, acertei um contrato até o fim de 2015. Teve um problema com duas cláusulas, mas nunca foi um empecilho para que eu não continuasse. Sempre valeu o que tinha sido acordado. Tenho uma missão com o Flamengo e não quebrarei esse acordo com a diretoria".

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.