Dirigentes do Milan garantem acerto com Ronaldinho

Já a Nike, patrocinadora do atleta, gostaria que a negociação fosse com a Inter de Milão

EFE

10 de abril de 2008 | 16h23

Silvio Berlusconi, presidente do Milan, e Adriano Galliani, vice-presidente do clube, afirmaram que dão como certa a contratação do brasileiro Ronaldinho Gaúcho, do Barcelona.  "Acho que vamos fechar o negócio", disse Galliani nesta quinta-feira, que também afirmou que o clube vai levar a melhor na disputa com a Inter de Milão, que também estaria interessada no jogador.Veja também: Imprensa italiana aproxima Ronaldinho da Inter de Milão Milan e Barcelona iniciam negociação por Ronaldinho Galliani revelou que tinha marcado um jantar há poucos dias com Joan Laporta, presidente do Barcelona. O encontro foi cancelado por problemas de agenda do dirigente espanhol.Berlusconi, que é candidato a primeiro-ministro da Itália pelo Povo da Liberdade (PDL) nas eleições que dos próximos dias 13 e 14 de abril, aproveitou para mencionar o nome de Ronaldinho Gaúcho no comício desta quinta-feira. "Recebi a belíssima notícia que Ronaldinho Gaúcho declarou que se o Barcelona o vender, irá para o Milan", disse Berlusconi.A imprensa italiana afirma que Milan e Inter vem fazendo um leilão por Ronaldinho Gaúcho. Os jornais italianos também destacam que podem pesar na sua decisão a opinião dos patrocinadores e o fato de que o Milan pode não disputar da Liga dos Campeões na próxima temporada.O diário Corriere dello Sport afirma que a Nike, patrocinadora de Ronaldinho, teria dito a Assis, irmão e empresário do jogador, sua preferência pela Inter, com quem tem contrato, enquanto o Milan tem um acordo com a rival Adidas.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.