Gabriela Bilo/Estadão
Gabriela Bilo/Estadão

Dirigentes do Nordeste articulam candidatura de Andrés para a CBF

Ex-presidente do Corinthians recebe apoio durante reunião no Rio Grande do Norte, porém quer priorizar eleição no clube

Ciro Campos, O Estado de S. Paulo

04 Janeiro 2018 | 07h00

Sete presidentes de federações estaduais de futebol do Nordeste formalizaram nesta quarta-feira uma moção de apoio para que o ex-presidente do Corinthians, Andrés Sanchez, seja candidato à próxima eleição da CBF, que será neste ano. O deputado federal (PT-SP) se encontrou no litoral do Rio Grande do Norte com alguns representantes do grupo nordestino e ouviu deles o pedido para que concorra à sucessão de Marco Polo Del Nero.

+ Advogados de Del Nero pedem mais tempo para apresentar defesa

+ Leia as últimas de esportes

O atual presidente cumpre suspensão até março imposta pela Fifa por ser alvo de investigação no esquema de corrupção na entidade. Quem dirige interinamente a CBF é o vice-presidente Antônio Carlos Nunes de Lima, conhecido como Coronel Nunes. A punição ao mandatário deixou indefinida a data da eleição, que antes estava prevista para abril.

O encontro no Rio Grande do Norte foi viabilizado por um representante dessa aliança de dirigentes nordestinos. Sanchez se reuniu com alguns interlocutores e ouviu o apoio e o pedido para que se candidate, mas ficou reticente. O ex-presidente do Corinthians reiterou ter como prioridade no momento disputar o pleito do clube, marcado para fevereiro.

Sanchez presidiu o clube do Parque São Jorge entre 2007 e 2011. A meta dele é retornar ao cargo para suceder Roberto de Andrade e ajudar a pagar as prestações da Arena Corinthians. Como concorrentes, ele deve ter Felipe Ezabella, Paulo Garcia, Roque Citadini e Romeu Tuma Júnior.

Dentro das possibilidades eleitorais da CBF, o apoio das sete federações nordestinas representa um peso político forte. No ano passado a entidade alterou o estatuto e deu às representações locais peso três nas votações para presidente. Os clubes da Série A têm peso dois e os da Série B, um.

APOIO A DEL NERO

Em comunicado enviado ao Estado, o vice-presidente da CBF da região Nordeste, Gustavo Feijó, afirmou que não há apoio local a Andrés Sanchez e que no momento os dirigentes locais estão empenhados a ajudar Del Nero a provar inocência.

Confira a íntegra da nota:

Como vice-presidente da CBF da região Nordeste, venho a público informar que não há nenhum apoio das Federações de futebol do Nordeste ao Sr. Andrés Sanchez para concorrer ao cargo de presidente da CBF, conforme notícia veiculado pelo ESTADÃO, na manhã desta quinta-feira (04).

Acreditamos, acima de tudo, na inocência e na conduta ilibada do presidente Marco Polo Del Nero, responsável pela modernização do futebol brasileiro nos últimos anos. 

Diante disto, reitero a todos que os presidentes e representantes das Federações de futebol do Nordeste estão ao lado do presidente Marco Polo Del Nero, buscando somar todo o apoio necessário para provar sua inocência perante às autoridades.

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.