Reprodução/Twitter
Reprodução/Twitter

Dirigido por Ceni, Fortaleza vence e garante acesso à Série A de 2019

Equipe bate o Atlético-GO por 2 a 0 e conta com combinação de resultados para subir com quatro rodadas de antecipação

O Estado de S. Paulo

03 Novembro 2018 | 18h53

O técnico Rogério Ceni conquistou neste sábado um importante feito na recente carreira do treinador. Com a vitória do Fortaleza por 2 a 1 sobre o Atlético-GO, em Goiânia, pelo Campeonato Brasileiro da Série B, a equipe nordestina se tornou a primeira a garantir acesso à elite do Nacional para 2019. O feito vem justamente no ano do centenário do clube.

O Fortaleza está de volta à Série A após 12 anos graças a uma campanha segura. O time liderou a competição desde o início e garante o acesso com quatro rodadas de antecedência com o auxílio de uma combinação de resultados. Os empates do Londrina com o Avaí, em Florianópolis, e do Vila Nova com o Paysandu, em Goiânia, na sexta, fizeram o Tricolor de Aço garantir a vaga.

A vitória em Goiânia veio com gols no primeiro tempo. O artilheiro Gustavo abriu o placar e depois o lateral Bruno Melo ampliou. O time suportou ainda a pressão do Atlético-GO e contou com uma grande atuação do goleiro Marcelo Boeck. O Atlético-GO descontou apenas nos acréscimos, com João Paulo.

O clube dirigido pelo ex-goleiro do São Paulo pode se tornar campeão da Série B já nas próximas rodadas. Na terça, o Fortaleza recebe o CSA no Castelão e depende de uma vitória, aliada a um tropeço do Avaí para garantir o título. A conquista superaria as expectativas iniciais do clube, que no ano passado disputou a Série C.

O JOGO

A partida começou franca, com o Atlético Goianiense ligeiramente melhor e criando as melhores oportunidades. O Fortaleza, porém, foi cirúrgico e marcou nas duas vezes que chegou com perigo. Aos 14 minutos, Jonathan saiu jogando errado e entregou nos pés de Marcinho, que tocou para Gustavo bater de primeira no canto direito do goleiro Kléver.

Aos 25 minutos, Éderson cruzou e Bruno Melo subiu na primeira trave para desviar de cabeça, ampliando o placar. O Fortaleza ainda acertou a trave com Gustavo. Já o Atlético Goianiense viu o goleiro Marcelo Boeck salvar em um chute de Thiago Santos. E essa cena se repetiria durante todo o segundo tempo.

Na frente, o Fortaleza recuou e praticamente não conseguiu ficar com a bola. Já o time goiano criou pelo menos quatro boas oportunidades antes de diminuir, mas em todas elas parou em Marcelo Boeck. Aos 48 minutos, João Paulo aproveitou bate e rebate para fazer o único gol do Atlético Goianiense, que não estragou a festa feita pelos tricolores após o apito final.

FICHA TÉCNICA

ATLÉTICO-GO 1 x 2 FORTALEZA

ATLÉTICO-GO - Kléver: Alisson, Lucas Rocha, Oliveira e Jonathan; Pedro Bambu, Rômulo (Fernandes) e João Pedro; Vitinho (André Luis), Renato Kayzer e Thiago Santos (Denilson). Técnico: Wagner Lopes.

FORTALEZA - Marcelo Boeck; Tinga, Diego Jussani, Ligger e Bruno Melo; Felipe, Marlon e Dodô (Wilson); Marcinho (Romarinho), Éderson (Derley) e Gustavo. Técnico: Rogério Ceni.

GOLS - Gustavo, aos 14, e Bruno Melo, aos 25 minutos do primeiro tempo; João Paulo, aos 48 minutos do segundo tempo.

CARTÕES AMARELOS - Alisson, Fernandes e André Luis (Atlético-GO); Bruno Melo, Dodô, Éderson e Romarinho (Fortaleza).

ÁRBITRO - Jean Pierre Gonçalves Lima (RS).

RENDA E PÚBLICO - Não divulgados.

LOCAL - Estádio Antônio Accioly, em Goiânia (GO).

 

 

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.